FEM-CUT/SP assina convenção coletiva com a Fundição

Dando sequência nas negociações da Campanha Salarial 2018, a Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT São Paulo, a FEM-CUT/SP, garantiu mais um acordo. OS trabalhadores da Fundição também conquistaram a Convenção Coletiva de Trabalho, mantendo direitos conquistados e aumento de 5%, o que representa aumento real de 1,31% mais 3,64% de reposição da inflação pelo INPC. Entre outras garantias, a CCT assinada assegura que as empresas discutam previamente com os sindicatos sobre a contratação de trabalhadores em jornada intermitente e que gestantes ou lactantes não trabalharão em local comprovadamente insalubre. A convenção tem validade de dois anos.

Para Luiz Carlos da Silva Dias, a assinatura com a Fundição é fruto de um árduo trabalho realizado desde o início desde o primeiro semestre deste ano. “Nos comprometemos com os trabalhadores a conquistar o aumento real e manter os direitos e é isso que estamos entregando”.

Com a assinatura da Convenção com a Fundição, pelo menos 90% da base está com direitos assegurados. Ainda estão sem acordo o grupo 10 e a Estamparia.

 

Fonte: Agência de notícias da  FEM-CUT/SP

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *