FEM-CUT/SP assina acordo com o G10

Compartilhe

O G10, grupo que não havia apresentado proposta no ano passado, assinou o acordo da Campanha Salarial 2016, na última quarta-feira. O único sindicato patronal que ficou de fora foi o Sindisuper, das Indústrias de Proteção, Tratamento e Transformação de Superfícies.

Os salários serão reajustados pelo INPC de 9,62%, conforme índice de referência aprovado pelos trabalhadores. Sendo 6,62% retroativo a 1º setembro de 2016 (data base da categoria), em março, e 2,81% aplicado sobre salário vigente em 31 de janeiro, a diferença será paga em abril. As cláusulas sociais também foram renovadas.

Para o presidente da Federação, Luiz Carlos Silva Dias, o Luizão, a definição representa a dedicação dos metalúrgicos diante das duras negociações.

“A assinatura desse acordo demonstra que a Federação é insistente e dedicada a garantir que todos os metalúrgicos do Estado de São Paulo tenham um acordo, principalmente neste ano de mais ataques aos direitos”, destacou.

*Com informações da Tribuna Metalúrgica


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *