FEM e G2 definem calendário da Comissão Permanente das Cláusulas Sociais

Compartilhe

A FEM-CUT/SP e a bancada patronal do Grupo 2 (máquinas e eletrônicos) iniciaram nesta quarta-feira (10), na sede da Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica (Abinee), na Fiesp, o debate da Comissão Permanente das Cláusulas Sociais, uma conquista da Campanha Salarial deste ano.
Na ocasião, a bancada dos trabalhadores e os empresários definiram o calendário de negociação, que já está previsto para fevereiro de 2016.
Na avaliação da bancada patronal do Grupo 2, coordenada por André Saraiva, a negociação é avanço para ambas as partes. “Esse canal permitirá construirmos discussões positivas”, destaca.
Para o Secretário Geral da FEM e diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, Adilson Faustino, o Carpinha, com um calendário pré-definido, a Federação espera atender a expectativa dos trabalhadores metalúrgicos dos sindicatos filiados para avançar nas reivindicações.
Já para a Secretária da Mulher da FEM, Andrea Ferreira Sousa, a Comissão é a oportunidade de um diálogo mais amplo. “Esperamos que nossos debates avancem e cheguem num consenso que beneficie o trabalhador e trabalhadora no chão de fábrica”, salienta.

Comissão Permanente

A criação do Grupo de Trabalho da Comissão Permanente de Negociação das Cláusulas Sociais é um avanço inédito conquistado na Campanha Salarial da FEM neste ano e está assegurada nas Convenções Coletiva de Trabalho (CCTs) com as bancadas patronais. Também serão agendadas reuniões com os demais setores.
A FEM já assinou as CCTs com os sindicatos patronais ligados ao Grupo 8, Grupo 2 (máquinas e eletrônicos), Grupo 10 (lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação, material bélico entre outros), o Sindicato Nacional da Indústria de Trefilação e Laminação de metais ferrosos (Sicetel), Estamparia, Fundição, Forjaria e Parafusos.
A CCT da FEM tem a vigência de 1 ano e as cláusulas econômicas e sociais valerão até 31 de agosto de 2016.

Por: Vanessa Barboza, Redação FEM-CUT/SP


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *